As Festas do Povo de Campo Maior, porque só se fazem quando o Povo quer!

As Festas do Povo ou dos Artistas consistem na decoração das ruas de Campo Maior, sobretudo o Centro Histórico, com flores de papel e outros objectos em cartão e papel, feitos pela população. Trata-se de um evento tradicional único, e que já alcançou uma notoriedade elevada a nível nacional e internacional.


É uma celebração que, por tradição, só acontece quando o povo quer, pois a sua realização depende do voluntariado e da força de vontade dos campomaiorenses. A preparação é feita rua a rua, sendo que o trabalho desenvolvido em cada uma delas fica em segredo, mesmo para amigos e familiares dos moradores, e só é dado a conhecer na noite da “enramação”.


O actual modelo de Festas realizou-se por 20 vezes. Em apenas 15 anos, entre 1989 e 2004, o número de visitantes das Festas do Povo duplicou. O sucesso de todas as edições deve-se à surpreendente diversidade da decoração das ruas, de beleza inigualável. A arte das flores de papel e as Festas do Povo de Campo Maior são um Património cultural único no Mundo.


As últimas Festas do Povo tiveram lugar em 2015 e trouxeram a Campo Maior cerca de 700 mil pessoas, vindas de todo o país, da vizinha Espanha, da comunidade emigrante e até mesmo de outros países europeus. Foram decoradas perto de 100 ruas com flores de papel, o equivalente a uma distância de aproximadamente 20 km. No total, foram utilizadas cerca de 30 toneladas materiais e o trabalho voluntário de cerca de 5000 pessoas, números que demonstram a vitalidade e importância que este evento tem para as gentes de Campo Maior.


No dia 15 de dezembro de 2021, as Festas do Povo de Campo Maior foram classificadas como Património Cultural Imaterial da Humanidade durante a XVI Sessão do Comité Intergovernamental da UNESCO.


(Associação das Festas do Povo de Campo Maior)




145 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo