Quinta-feira da Ascensão dia da Espiga

É feriado numa parte significativa dos países europeus e foi-o em Portugal, até ser substituído pelo Dia do Corpo de Deus como celebração religiosa.

É um dia com grandes e antigas tradições e no mundo rural havia o uso de subir a um monte, como sinal de exigência pessoal e de homenagem à Ascensão aos céus do Senhor Jesus. A constituição do ramo do Dia da Espiga pode variar de região para região, mas tem a sua base definida. Pelos nossos campos o ramo é constituído da seguinte forma: Espiga (fartura de pão); Malmequer (riqueza); Papoila (amor e vida); Oliveira (azeite e paz); Videira (vinho e alegria); e o Alecrim ou Rosmaninho (saúde e força). Diz-se que o ramo da espiga deve ser guardado em casa e “não deve ser perturbado na sua quietude, sendo substituído apenas no ano seguinte por outro igual mas mais viçoso”.

Desejamos a todos um Bom Tempo de Pão, Amor, Paz e Fertilidade!


CNC - Centro Nacional de Cultura 2022 ©


5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo